CASO EMILLI: PRINCIPAL SUSPEITO DE AGRESSÃO E MÉDICO QUE ATENDEU A JOVEM FORAM OUVIDOS PELA JUSTIÇA



A fase de instrução do processo criminal que investiga a morte de Emilli da Silva Martins, de 18 anos, foi encerrada no dia de ontem, terça-feira (25).


Durante a tarde aconteceu uma audiência por vídeo conferência com o médico que atendeu a vítima no dia 04 de fevereiro, em Maringá. Emilli foi esfaqueada pelo ex-marido, Davi Henrique Caldeira Brandt, em Marialva. Ela estava grávida de quatro meses.


A Polícia indiciou Brandt por feminicídio e tentativa de estupro. Um vídeo gravado quatro horas antes da morte da vítima foi considerado fundamental para a conclusão da investigação. O réu, desde então, está preso preventivamente.


Na tarde de ontem o principal suspeito de ter matado a jovem também foi ouvido no fórum da cidade de Marialva.


Davi e Emili têm uma filha de três anos que está sob custódia da família. Em crimes como esse, as penas podem passar de 30 anos de prisão.


🚨🚔🚑🚁🚒🚨

Aconteceu... está no Notícias de Marialva!

🤳🏻Envie denúncias, fotos, vídeos e notícias para nosso WhatsApp📱(44) 9 9734-7144

© Copyright 2019, All Rights Reserved Notícias de Marialva

  • log whats
  • FACEBOOK
  • INTAGRAM