MORADORAS DE MARIALVA FORAM PRESAS COM 44 TIJOLOS DE MACONHA



Mulher e adolescente desembarcaram de ônibus 'nervosas e olhando a todo momento para os lados', o que deixou os agentes atentos. Elas ficaram detidas.


Uma moça de 23 anos e uma adolescente, de 17, moradoras de Marialva, foram detidas pela Polícia Federal com 44 tijolos de maconha. A droga era transportada em duas malas, em meio a pertences das duas envolvidas, e tinha como destino a capital paulista. O caso foi registrado na Delegacia Participativa na madrugada da última sexta-feira (17).


Policiais federais realizavam uma fiscalização de rotina na Rodoviária de Presidente Prudente, quando, por volta das 22h30 desta quinta-feira (16), duas moças desembarcaram de um ônibus – que fazia o itinerário Maringá (PR) – Prudente.


O perfil de ambas e o peso das malas chamaram a atenção dos agentes. Segundo o registro policial, as mulheres ainda demonstraram certo nervosismo, “olhando a todo momento para os lados e para todos que se aproximavam”.


Durante algum tempo, os agentes monitoraram as duas moças e notaram que uma delas subiu para onde ficam os guichês e comprou uma passagem para São Paulo (SP). O fato gerou ainda mais suspeita, pois em Maringá existe uma linha direta para a capital paulista.


Como a cidade é “rota de tráfico”, os agentes resolveram por efetuar a abordagem.

Durante revista, os policiais encontraram, em meio aos pertences das mulheres, 24 tijolos de maconha em uma mala e mais 20 tijolos da mesma droga na outra mala.


Com cada uma das moças também foram localizados celulares e dinheiro, que foram apreendidos.


Questionadas separadamente, uma declarou que receberia R$ 750 para levar a droga até São Paulo. Ela também contou que pegou o entorpecente na hora do embarque, em Nova Esperança (PR), e entregaria a um desconhecido.


A adolescente apresentou a mesma versão da mulher e declarou que ambas estavam juntas.

Diante da confissão das duas mulheres e da quantidade de droga, foram dadas vozes de prisão e de apreensão, ratificadas pela autoridade policial.


Devido ao fato da Justiça Federal não contar com a Vara da Infância e da Juventude e o tráfico ser em âmbito nacional, a dupla foi levada à Delegacia Participativa da Polícia Civil.


A avó da adolescente foi contatada via telefone e informada da apreensão.

O caso foi registrado por volta da 0h20 de sexta-feira (17) como tráfico de droga, ato infracional de tráfico de droga, associação para o tráfico e corrupção de menor.


🚨🚔🚑🚁🚒🚨

Aconteceu... está no Notícias de Marialva!

🤳🏻Envie denúncias, fotos, vídeos e notícias para nosso WhatsApp📱(44) 9 9734-7144

© Copyright 2019, All Rights Reserved Notícias de Marialva

  • log whats
  • FACEBOOK
  • INTAGRAM