MORRE WALDOMIRO DE SÁ, PIONEIRO, EX-VEREADOR E CIDADÃO HONORÁRIO DE MARIALVA



É com imenso pesar que o Notícias de Marialva comunica o falecimento do senhor Waldomiro de Sá, aos 77 anos, em decorrência de complicações no fígado.


Além da esposa, Waldomiro deixa sete filhos e doze netos.


O velório acontece na residência de Miro, no distrito de Aquidaban. O sepultamento será às 08:30 horas, também para o cemitério de Aquidaban.


À família enlutada, nossos sinceros pêsames e condolências.


UM POUCO DA HISTÓRIA DE MIRÓ DE SÁ


Filho do casal de agricultores, João de Sá e Eliza Fantin, Waldomiro contava com apenas um ano de idade, quando os pais vieram de Cafelândia, no Estado de São Paulo, na esperança de um futuro promissor na tão falada terra roxa do norte do Paraná. Aluno da Escolinha Isolada Pedro Álvares Cabral, dividiu a infância entre os livros e o trabalho na lavoura de café.


Na juventude, foi Congregado Mariano e ajudou o irmão no armazém de secos e molhados. Na década de 1970, foi um dos primeiros cooperados da Cocamar e mais tarde da Cocari. Nos anos seguintes, ampliou a agricultura familiar para outras localidades do Estado e também para o Mato Grosso. Ocupou ainda o posto de Juiz de Paz, realizando casamentos, amenizando brigas e intermediando acordos.


Em pleno ápice da campanha eleitoral municipal de 1982, Waldomiro de Sá foi convidado por Laurindo Bornia, então candidato à Prefeitura, a concorrer uma cadeira no Legislativo. Dias depois, Waldomiro recebeu outra proposta, desta vez, da chapa concorrente, comandada por Celso Martini. “Meu irmão, Antonio José de Sá, já era vereador, então meu interesse pela política surgiu de forma natural”, conta, saudosista das discussões no plenário.


Waldomiro não venceu o pleito naquela eleição em 1982, mas foi eleito em 1988 e reeleito em 1996.


Dos mandatos, Waldomiro guardava na memória várias conquistas. A transferência do Colégio Romário Martins para âmbito Estadual. O asfalto de 8 quilômetros no trajeto entre Marialva e São Luiz. A construção de 21 casas populares. Naquela época, casa popular era novidade. A assistência aos mais necessitados.


Waldomiro foi diretor do Aquidaban Futebol Clube, time que chegou a disputar o Campeonato Amador.

Morou na mesma casa desde que se casou com Vilma Seron, em 1964.


🚨🚔🚑🚁🚒🚨

Aconteceu... está no Notícias de Marialva!

🤳🏻Envie denúncias, fotos, vídeos e notícias para nosso WhatsApp📱(44) 9 9734-7144

© Copyright 2019, All Rights Reserved Notícias de Marialva

  • log whats
  • FACEBOOK
  • INTAGRAM