TSE DIVULGA REGRAS SANITÁRIAS PARA AS ELEIÇÕES 2020; ELEITOR SEM MÁSCARA NÃO PODERÁ VOTAR



Ontem, terça-feira (08), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou as regras de conduta para as eleições municipais que acontecerão dia 15 de novembro. Diante da pandemia, a principal medida é que o uso de máscaras será obrigatório, e quem chegar ao local de votação sem ela será impedido de entrar.

Também será obrigatória a higienização das mãos com álcool em gel antes e depois do uso da urna. O equipamento eletrônico em si não será limpo a cada votação e, por isso, caberá a cada eleitor cuidar da própria proteção.

É recomendado também que cada eleitor leve a própria caneta para registrar a assinatura no local de votação.

Segundo o TSE, as regras valerão para todo o país, no primeiro e no segundo turno. Os locais de votação ficarão abertos de 7h às 17h, sendo as três primeiras horas preferenciais para pessoas com mais de 60 anos.

Neste ano, a identificação por biometria, que exigiria mais um contato com equipamentos compartilhados, não será adotada.

“O eleitor que não seguir o protocolo de segurança não será habilitado a votar. Simples assim. Nós temos regras e o eleitor deve ter a consciência [...] de que, se envolver a segurança de outras pessoas, você tem que seguir as regras. Portanto, estamos zelando pela proteção dos mesários também. E, por isso, quem não seguir o protocolo não será habilitado a votar", declarou o presidente do TSE

"Nós temos protocolos, um deles é: se ele [o eleitor] não higienizar a mão e estiver contaminado ele pode deixar uma contaminação na urna e o próximo vai se contaminar. Portanto, ele tem que higienizar a mão, senão não vota”, acrescentou.

Outra recomendação nova, motivada pela pandemia, diz respeito aos eleitores com sintomas ou quadro confirmado de Covid-19. Segundo o TSE, quem apresentar febre no dia de votar ou tiver sido diagnosticado com o vírus nos 14 dias antes não deve participar das eleições.

Nesse caso, a recomendação é que o eleitor justifique a ausência, em um outro momento, e informe que deixou de votar por questões de saúde.

O TSE decidiu não adotar a medição de temperatura nos locais de votação, para evitar aglomeração e em função do custo-benefício da medida. O tribunal não recomenda o uso de luvas, mas sim, a limpeza constante das mãos.

O TSE também elaborou um passo a passo para o eleitor, confira:

1️⃣ Entre na seção eleitoral e fique na frente da mesa;

2️⃣ Mostre seu documento oficial com foto em direção ao mesário;

3️⃣Após o mesário ler em voz alta o seu nome, confirme que é você;

4️⃣Guarde o documento;

5️⃣Limpe as mãos com álcool em gel;

7️⃣Assine o caderno de votação;

8️⃣Se precisar do comprovante de votação, solicite ao mesário;

9️⃣Quando a urna for liberada, dirija-se à cabine de votação;

🔟Digite os números dos candidatos;

1️⃣1️⃣ Na saída, limpe as mãos com o álcool em gel novamente.

Os mesários voluntários também devem seguir medidas rígidas:

▪️Uso de máscaras de proteção para trocar a cada quatro horas (serão fornecidas três máscaras para cada mesário);

▪️Uso de viseiras plásticas (face shields), que serão fornecidos pelo TSE;

▪️Álcool em gel de uso individual e regras de higienização;

▪️Álcool 70% para limpeza de superfícies;

▪️Distância mínima de um metro dos eleitores e demais mesários.

Medidas para o Eleitor:

▪️Uso obrigatório de máscaras de proteção;

▪️Uso de álcool em gel, disponível na seção, para limpar as mãos antes e depois de votar;

▪️Levar a própria caneta (mas, caso esqueça, haverá canetas extras e higienizadas nas seções);

▪️Distância mínima de um metro dos demais eleitores e mesários.

🚨🚔🚑🚁🚒

Notícias de Marialva!

🤳🏻Plantão 24 horas pelo WhatsApp

📱(44) 9 9734-7144

© Copyright 2019, All Rights Reserved Notícias de Marialva

  • log whats
  • FACEBOOK
  • INTAGRAM